• STRATEGY BLOG
  • Site
  • Facebook
  • Linkedin
  • Google Plus
  • Youtube
  • Slideshare
  • Google Maps
  • Email

Fase de “Preparação”, Análise dos Stakeholders




Chegamos ao 4º conteúdo sobre a fase de Preparação da Metodologia Strategy© e vamos iniciar fazendo uma pequena retrospectiva sobre o que já falamos. Alinhamos a metodologia, vimos a construção da Visão da mudança e iniciamos o mapeamento dos stakeholders para a formação de uma Rede de Patrocínio.

Continuaremos na fase de Preparação abordando ainda a etapa de “Identificação dos Stakeholders”. Ao mencionarmos essa etapa no conteúdo anterior, discorremos que esse trabalho se inicia com a identificação das áreas impactadas pela mudança no Organograma da empresa, buscando o entendimento dos grupos diretamente e indiretamente impactados.




Dando continuidade à abordagem estratégica, o próximo passo é identificar os respectivos usuários impactados e influenciadores (rede política de poder e influência), agrupá-los utilizando os atributos de: poder, urgência, mudança similar, participações similares na mudança, exigências semelhantes de comunicação, etc.

Após o agrupamento, precisamos atribuir “funções”, associar papéis e responsabilidades aos stakeholders. Dessa forma chega-se a uma classificação sobre o nível de envolvimento que requer cada um e assim as ações estabelecidas para a Rede de Patrocínio serão realizadas de forma mais eficaz.


(Exemplo). Clique na imagem, para ampliá-la.



A próxima etapa é a “Análise” dos stakeholders. A finalidade desta atividade é conhecer áreas, grupos e indivíduos da organização impactados pela mudança e classificá-los a fim de eliminar resistências e engajar os envolvidos.

Ao buscarmos o engajamento dos envolvidos, precisamos entender que cada grupo identificado requer um nível de suporte de comunicação e mobilização, conforme gráfico abaixo:

                         
Fonte: Desenvolvido pela autora, adaptado de Quirke, apud Chaves
Clique na imagem, para ampliá-la.



A necessidade de maior ou menor nível de suporte para o processo de mudança está diretamente relacionada com o grau do impacto trazido pela mudança para a organização e os seus diferentes grupos de stakeholders.


                       


Poderão ser utilizadas diferentes ferramentas de análise, de acordo com a natureza e características do projeto e de acordo com os grupos de stakeholders analisados.

Para complementar a análise dos stakeholders indicamos entrevistar os membros ou amostras dos grupos para identificar e inferir o nível de apoio à mudança. Além disso, levantar as expectativas e visão desses indivíduos sobre a mudança.

Utiliza-se um roteiro de entrevista que pode conter perguntas com os seguintes temas: visão dos benefícios da mudança, expectativas com os resultados da mudança, barreiras e/ou dificuldades, entendimento do papel e recomendações e sugestões.

Finalizamos a etapa de análise e no próximo conteúdo, continuaremos na geração do Plano de Ações de engajamento dos stakeholders.

E lembrem de deixar o seu comentário!

Até breve!




                                                                          *Conteúdo produzido por Vanusa Barbosa.


2 comentários:

Cláudius Jordão disse...

Essa análise é fundamental tanto para entender e tratar a dimensão da mudança nos stakeholders afetados quanto para estruturar a rede de patrocinio. Nesse momento começamos a descobrir a parte oculta do iceberg e aproveito para lançar uma questão: quais são as melhores maneiras de tratar a resistência oculta de stakeholders que possuem alto poder e influência?

Jorge Bassalo disse...

Boa questão levantada, Claudius. Como consultor, responderia que depende, pois para situações diferentes, ações diferentes. Mas a principal linha a ser adotada é a de verificar qual o direcionamento principal da mudança que se está trabalhando. De posse do "case for change", deve-se buscar quais condutas não estão convergentes com esse propósito. Certamente que todos terão que se posicionar, e aí essas resistências aparecerão de forma mais clara ou então serão dissipadas.

Postar um comentário