• STRATEGY BLOG
  • Site
  • Facebook
  • Linkedin
  • Google Plus
  • Youtube
  • Slideshare
  • Google Maps
  • Email

Comunicação – O pilar mais importante de Gestão de Mudanças Organizacionais


Para se realizar um projeto de mudanças bem-sucedido todos os pilares devem ser cuidadosamente observados em seus aspectos organizacionais e humanos. Entretanto, defendo que a comunicação é o mais importante deles, pois, além de transitar entre todos, possui a característica de ser fundamental para sensibilizar e formar o propósito da mudança – razão principal da mudança.

Quando atuamos nas ações tratativas dos impactos organizacionais, como um exemplo de outro pilar de gestão de mudanças, convocamos usuários para treinamentos e elaboramos um plano segmentado para abordagem com os stakeholders, a comunicação, além de funcionar como meio para saída dos resultados, também possui uma importante função integradora das ações a fim de dar-lhes coerência e clareza, sempre tendo em mente que: “comunicação é a que chega, não necessariamente é a que sai”. Assim, a preocupação com a forma e conteúdo adequados ao público deve ser constante.




Comunicar vai além do simples envio de mensagens. A comunicação deve ser rápida, precisa e constante, pois pelo canal informal flui mais rapidamente do que pelo canal formal, geralmente com percepções equivocadas que se propagam rapidamente pelas organizações causando perdas de foco e produtividade. Rumores devem ser minimizados com a comunicação imediata do fato, mesmo que ainda haja indefinições, as quais também devem ficar claras para o público interessado.

Parece fácil comunicar, porém não é, pois vários obstáculos são encontrados durante esse processo. A revista Mundo Project Management de fev&mar/2016 publicou um artigo que identifica quatro grandes grupos de barreiras à comunicação os quais dificultam o desempenho de um projeto: barreiras ligadas à informação, ao indivíduo, ao projeto e à relação entre emissor e receptor. Esse estudo comprova a complexidade para se conseguir alcançar os reais resultados de um processo de comunicação bem conduzido.

Convido a uma reflexão: pense em algum de seus problemas. Será que a comunicação não era a causa principal? Ou pelo menos não estava presente como uma das causas desse fato?


                                                                              *Conteúdo produzido por Cláudius Jordão.




« voltar

4 comentários:

Jorge Bassalo disse...

Realmente a comunicação é uma das áreas de conhecimento mais impactadas em gestão de mudanças. Através da comunicação viabilizamos e fazemos chegar ao público interessado toda a nossa estratégia de mudança. Mas o que dizer da área de mapeamento de impactos organizacionais? É através dela que os envolvidos passam a ter a dimensão do que precisa ser feito para que a virada da mudança aconteça de fato. Preferências a parte, a integração de todas as áreas de conhecimento é que farão o sucesso da mudança. Parabéns pelo post.

Angela Caruso disse...

Também não diria que a Comunicação é o pilar mais importante de Gestão de Mudanças Organizacionais, mas sim, a integração de todas as áreas. Mas concordo que a área de Comunicação é a que mais gera ruídos e obstáculos, pois ela perpassa todas as demais áreas e está em todos os aspectos e processos da mudança. Um dos erros que mais acontece é a liderança ter o privilégio da informação e não cascatear para suas equipes.

Giovanna Stamato disse...

Muito bom! Não vou entrar no mérito se é o pilar mais importante ou não em um processo de mudança, mas de fato, a falta dele pode ser devastadora. Quando a liderança não possui um discurso único ou a diretriz da Companhia é de não ser transparente com seus colaboradores, torna-se impossível mobilizá-los ou evitar ruídos.

Ricardo Fontes disse...

Perfeito! Tudo é comunicação. Não tem como fugir disso. Tanto nos projetos quanto na vida pessoal de todos nós. Sempre temos que refletir sobre isso.

Postar um comentário